Torta de pera sem glúten

Uma sobremesa leve e refrescante

Não adianta, meu lado formiga sempre fala mais alto.  Estava aqui pensando na crucial escolha da PRIMEIRA receita para a reinauguração do blog e prontamente me percebi pensando que seria bom alguma sobremesa.  E nova, ou seja, algo que não havia postado no blog velho.
Logo me lembrei desta torta de pera sem glúten, cuja receita original encontrei no blog “Lelê na cozinha” e que, de tão deliciosa que fica, já a fiz três vezes no que vai deste ano.
É uma torta leve, não muito doce (depois que adaptei isso  porque sim, Letícia, creio que você é mais formiga do que eu rsrsrs), refrescante, delicada e a massa…ahhhhh! A massa é incrível!  Normalmente as pessoas preferem os recheios às massas das tortas.
Neste caso, ambas as partes são deliciosas, mas a massa, de por si, é como se fosse um biscoito, crocantinho e saboroso, daqueles que é difícil parar de comer.
Você pode fazê-la com maçã, no lugar da pera, ou mista.  Já fiz assim, com pera e maçã e também já adicionei nozes.  Todas as versões ficam ótimas!
Até onde podemos dar assas à imaginação?  Será que um pouco de mostarda…?  Não, esquece!
Mas chega de conversa e vamos à receita que você, intolerante ou não, vai amar.

Classificação da Receita

  • (5 /5)
  • (1 Classificação)

Instruções

Comece pela massa.  Misture todos os ingredientes e amasse com garfo ou com a própria mão até que vire uma farofa.  Forre com ela (apertando aos poucos) os fundos e lados de um pirex grande.  Leve à geladeira por uma hora.
Enquanto isso, lave, tire o miolo e sementes das peras e fatie-as.  Se não forem orgânicas e você preferir evitar a chance de consumir agrotóxicos, por não concordar com o provérbio tão vastamente aceito de que “o que não mata, engorda”, pode descascá-las.
Acomode por cima da massa.
Misture com fouet , ou no liquidificador, os demais ingredientes do recheio e despeje por cima das peras, cuidadosamente, para não tirá-las do lugar.
Leve ao forno pré-aquecido por aproximadamente uma hora ou até que doure.  Depois deixe amornar e leve à geladeira.  O recheio ficará bem firme só depois de gelar.
Chame a galera e provoque sorrisos.

Sobre o Chef

Diana Marília

Texto sobre quem escreve

Você também vai gostar de: