Sopa de feijão branco

O que dizer deste inverno?

Cada um com sua realidade, mas aqui onde moro, em Foz do Iguaçu, nesta bela tríplice fronteira, o inverno demorou muito a chegar.  Nosso outono havia sido mais gelado que o inverno em si.  Mas ele chegou.  Foram dias com geada, tirando o sono dos agricultores e nossos casacos dos armários.
A família inteira numa sequência de gripes, um passando para o outro.  Mas, de uma hora para a outra, voltou uma onda de calor.  Tanto que estou escrevendo este post usando uma camisa de manga curta, as janelas todas escancaradas e vendo o sol brilhar lá fora.
De qualquer modo já anunciaram que agosto virá com frio, novamente, portanto, nada de guardar as roupas pesadas nem deixar de ler esta receita.

Sopa de feijão branco

Encontrei a receita desta sopa de feijão branco pela internet, mas me esqueci de anotar a fonte.  Portanto, lamentavelmente não terei como vincular os devidos créditos a quem a preparou e publicou antes de mim, sorry. De qualquer modo, modifiquei algumas coisinhas, pra variar.
Enfim, paciência!  Mas agora você sim preste atenção à receita desta sopa de feijão branco deliciosa, bem substanciosa.  Ficou muito saborosa!
Chega de tanta canja ou sopa de legumes, né???  Ninguém merece o eterno repeteco…

Variantes sobre o mesmo tema

É bem provável que você já conheça e prepare sopa de feijão (ou caldo de feijão) usando feijão preto.  Eu amo essa sopa também.
Existe uma sopa de feijão branco que é muito conhecida na Grécia, chamada fasolada.  Alguns a consideram o prato nacional daquele país.  É diferente desta que trago hoje, porque leva aipo e ervas, como orégano e tomilho.  De qualquer modo, vale a curiosidade e a informação e a gente pode combinar de fazer outro dia, né?  Pratos típicos dos países ou cidades são uma de minhas grandes paixões dentro da cozinha.  É uma forma de viajar…

Classificação da Receita

  • (0 /5)
  • (0 Classificação)

Instruções

Na véspera coloque o feijão de molho, coberto com água.
No dia seguinte troque a água e cozinhe-o, em panela de pressão, por 20 minutos.  Escorra, mas reserve a água da cocção.
Pique a cebola, o alho e o tomate, depois de tirar a pele e as sementes.
Pique em pedaços médios a cenoura e pique ou fatie o lombo e a calabresa.
Em uma panela grande aqueça o óleo e doure a cebola.  Junte o alho e mexa mais um pouquinho.  Junte a calabresa e o lombo e refogue.  Se você optasse por seguir a sugestão do site original, também seria a hora de entrar com o bacon.
Depois de refogar por uns minutos, adicione o tomate, a cenoura, o feijão cozido e a água da cocção até completar 800 ml.  Se faltar, complete com água, mesmo.  Com essa proporção entre líquidos e sólidos fica uma sopa densa.  Se preferir mais rala, pode completar um litro de água.
Tempere com sal e pimenta e deixe cozinhar por uns dez minutos ou até a cenoura estar cozida, mas al dente.
Corrija o sal e sirva bem quente, com cebolinha por cima, de preferência fresca.  Eu só tinha congelada...
Bom apetite e pode vir, friozão, que a gente enfrenta você no peito.  Ou na panela.
Abraços quentinhos e até amanhã.

Sobre o Chef

Diana Marília

Texto sobre quem escreve

Você também vai gostar de: