Ravióli de mussarela de búfala

Paixão por massas

Quem me conhece há tempo sabe de minha declarada paixão por massas.  Tanto para comê-las quanto para prepará-las.  Adoro.  Amo.  Ir para a cozinha e começar a jogar farinha de trigo para todos os cantos me provoca uma imensa alegria.  Especialmente se estiver bebericando um vinho e vendo a família reunida, conversando, rindo, todos na minha frente, como um filme de minha vida (sim, ter cozinha integrada com a sala é estratégico para manter a alma em estado poético).
Ou, melhor ainda, chame a galera para perto de você e mande todos colocarem as mãos na massa.  Com certeza vão dar boas risadas, como aconteceu conosco…

A receita de ravióli de mussarela de búfala

Este ravióli de mussarela de búfala foi um aprendizado da época do curso de gastronomia e eu o achei delicioso.  Recheio bem simples, é verdade, mas maravilhoso. A mussarela de búfala, além de saborosa (ainda mais com orégano!) fica de uma consistência perfeita, quando aquecida.  Todo mundo adorou em casa.
É uma preparação trabalhosa, mas ótima para ser servida num almoço de domingo em família.

O que é a mussarela de búfala?

Ela veio para ficar.  No mundo gourmet achou seu espaço por ser delicada e permitir realçar o sabor de outros ingredientes.  Do ponto de vista nutricional, ela ganha de goleada à sua prima a mussarela de leite de vaca: tem mais proteínas e vitaminas, menos colesterol e mais ômega 3.  Mas cuidado!  Se você precisa controlar as calorias por estar acima do peso, deve também consumi-la com moderação, ok?  Não se engane pela sua cor branca, ela não é magra como a maioria dos queijos brancos!
Ah, sim, e se você nunca viu um búfalo ou sua digníssima esposa, aqui está uma foto que tirei da internet (revista DBO) para você ver como ela é bonitinha…

Búfala – Revista DBO

Classificação da Receita

  • (0 /5)
  • (0 Classificação)

Instruções

Comece pela massa.
Coloque em um bowl a farinha de trigo, o sal e misture.  Junte os ovos, a água e amasse até ficar uma massa firme lisa (se precisar adicione mais um pouquinho de água).  Embrulhe em plástico e deixe descansar na geladeira enquanto prepara o recheio.
Prepare a massa como faz para massa de macarrão, utilizando o cilindro na graduação maior algumas vezes para deixá-la lisa e com as bordas certinhas (a cada passada vire pra dentro a borda irregular), com exceção do passo do corte, já que deverá deixá-la em retângulos.
O recheio consiste em cortar a mussarela em cubinhos ou, melhor, retângulos achatadinhos, e temperá-los com os demais ingredientes.  Reserve na geladeira até a hora de utilizar.
Depois de esticar a massa, acomode-a sobre a forminha, um pedacinho de queijo em cada ravióli, borrife toda a superfície com água e cubra com outro retângulo de massa.
Vá acomodando a massa de um lado para o outro, e não na horizontal de uma única vez, de maneira que não fiquem inflados com ar.
Passe o rolo de amassar com força para cortar os raviólis, destaque-os e retire o excesso de massa, que você reaproveitará.
Repita a operação até acabar.
Quando for juntar a massa novamente provavelmente terá que adicionar água e, depois, um pouco de farinha de trigo para não grudar na mesa.
Uma vez todos prontos cozinhe em abundante água fervente com sal o tempo suficiente para ficarem al dente e que dependerá da espessura da massa.  Eu fiz mais grossinhos e demoraram uns 12 minutos para ficarem prontos.  Se for utilizar na hora cubra com o molho e sirva, caso contrário, poderá cozinhá-los menos tempo, na forma de pré-cocção,  resfriá-los em uma bacia com água fria e depois reaquecê-los, terminando o tempo de cocção, ok?
Sirva acompanhado do molho que preferir.  Eu servi uma vez com manteiga e parmesão de qualidade e, outro dia, com molho de tomate e manjericão, bem encorpado.
Dá trabalho, mas é uma delícia!
Buon appetito!!

Sobre o Chef

Diana Marília

Texto sobre quem escreve