Purê de mandioquinha

Amor maior

Lembra-se da época do Orkut e suas famosas comunidades?  Meus filhos choravam de rir quando viam as comunidades nas quais eu entrava.  “Eu amo brócolis” é um bom exemplo disso.  Hahhaha
Mas como definir, senão pelo amor, o que eu sinto, por exemplo, pela mandioquinha? É AMOR, sim, acredite! =D
Tenho certeza que, se ainda existisse o Orkut, eu seria “membra” das comunidades que a louvassem.

Mandioquinha, batata-salsa ou batata-baroa?

Morar em um país de dimensões continentais como nosso Brasilsão traz, entre alguns outros problemas, a questão da diversidade de identificação das coisas.  Os alimentos, inclusive.  Você viaja para outro estado ou cidade, e quer simplesmente comprar um “pão francês” e já tem essa dificuldade de comunicação.  Acredita? Dependendo de onde você estiver ele será conhecido por diferentes nomes. Como exemplo: média (Baixada Santista, em São Paulo), filão (em Ribeirão Preto, SP, ainda), pãozinho (São Paulo, capital), carioquinha (no Ceará), cassetinho (Rio Grande do Sul) e até coisas bem esquisitas como pão jacó no Sergipe.  Curioso, né?
A mandioquinha também é um vegetal com diferentes  nomes.  Tão confuso era isso de que cada vegetal tivesse diferentes nomenclaturas, que há mais de vinte anos resolveram padronizar isso de um modo geral.  Esta leguminosa passou a ser conhecida como mandioquinha-salsa, ao menos em trabalhos científicos.
Fora isso, cada um chama como preferir.  Tem nomes até de batata fiuza, cenoura amarela e assim vai.
Ela é “parente” da cenoura, do aipo, da salsa e do coentro.

Purê de mandioquinha

Mas voltando ao meu amor…
Este purê de mandioquinha, mega-simples, o suprassumo da simplicidade, é um dos motivos para esse sentimento.  Tão simples, tão fácil de fazer… e tão MARAVILHOSAMENTE DELICIOSO!
Nem leite, leva.  Nem precisa!  Só um pouquinho da água de cozimento, manteiga, temperinhos e pronto!
Faça e depois me conte se seu coração não palpitou diferente…

 

 

 

Classificação da Receita

  • (0 /5)
  • (0 Classificação)

Instruções

Descasque, lave e corte a mandioquinha.  Leve ao fogo em uma panela coberta com água e um pouco de sal para cozinhar até ficar bem macia. Escorra, mas reserve ½ xícara da água.  Amasse até transformar em um purê.  Devolva ao fogo, junto com a manteiga e a água reservada e mexa energicamente até incorporar bem.  Tempere a gosto com sal e pimenta e sirva bem quente.
Se quiser, polvilhe com salsinha picada.
Como é gostoso, minha gente!  Aaaamooo!

Sobre o Chef

Diana Marília

Texto sobre quem escreve

Você também vai gostar de: