Pudim de amendoim

Um tempo atrás comprei um quilo de amendoim pensando em preparar alguma nova sobremesa.  O tempo foi passando e, duas sessões de cineminha depois, mais outros ataques de gula de minha mãe (por que fui tão enfática ao informar-lhe que o amendoim é gluten free??) e essa quantidade foi diminuindo a olhos vistos.

A inspiração

“De repente” olhei para o pote onde o havia guardado e compreendi que seria agora ou nunca!
Procurei pela internet uma ideia inspiradora, achei dezenas, e acabei fazendo este pudim de amendoim, cuja receita não lembro de onde a extraí.  Mas ficou uma delícia!
A camada que forma na parte superior, com o amendoim mais concentrado, fica incrível.  Uma gostosura!
Na próxima festa junina , se não fizer muito frio, vou incluir esta sobremesa no cardápio, pois é um destino nota dez para essas gostosérrimas sementinhas (sim, a parte do amendoim  que comemos são suas sementes, você sabia?!)

Classificação da Receita

  • (0 /5)
  • (0 Classificação)

Instruções

Prepare o caramelo, levando ao fogo o açúcar e a água. Mexa inicialmente e, depois, deixe ferver até ficar cor de caramelo.  Despeje em uma forma com buraco no meio.
Coloque no liquidificador o leite condensado.
Junte também o leite, ovos e amendoim, reservando alguns para a decoração.  Bata até ficar homogêneo.
Despeje na forma caramelizada.
Leve ao forno, em banho-maria, por uma hora e dez minutos, em temperatura moderada.
Retire, deixe esfriar, leve à geladeira, e somente desenforme depois de umas três horas.
Hummmm!
Com chantili, ou sorvete de creme, deve ficar ainda melhor!

Sobre o Chef

Diana Marília

Texto sobre quem escreve

Você também vai gostar de: