Peras ao vinho tinto

Origem

Aprendi e degustei esta sobremesa, pela primeira vez, durante meu curso de Gastronomia no IFPR.  Era a aula de culinária francesa.  Até o nome é gostoso de ouvir.  Mas impronunciável por alguém como eu que nunca estudou francês. Poires au vin rouge (se tiver curiosidade copia e cola dentro do Google tradutor e clica no alto falante).   Posso até tentar, mas vai parecer mais que estou engasgada do que falando francês.

Show de beleza e delicadeza

Além do sabor delicado e com toque de requinte (graças ao vinho) me encantei pelas cores que resultam do processo, especialmente o degradê no interior da pera que se revela ao cortá-las ao meio.

Detalhes importantes

Ao comprar as peras procure que estejam firmes, mas não muito duras, para obter um melhor resultado.  O vinho vai penetrar melhor e  e são mais saborosas, um pouquinho mais maduras.
A quantidade pode ser aumentada, proporcionalmente, sem dificuldade.
Você não precisa usar seu melhor vinho, aquele que você pagou uma nota, mas tampouco escolha um de caixinha.  O sabor do vinho vai ficar na pera, portanto, capriche!
A receita pede baunilha em fava.  Eu sei que é um item luxuosinho.  Não são muito baratas, mas o resultado é bem diferente do que usando essência de baunilha.  Eu provei feita das duas formas e, me ouça, se puder, invista nesse diferencial.
Há quem as prepare com vinho branco, mas, nesse caso, não se obtém esse lindo visual.
Você pode acrescentar anis estrelado, se gostar, para incrementar o sabor das especiarias.  Porém, do jeito que ensino aqui, ele já fica bom demais.
É uma sobremesa relativamente fácil de fazer, mas que fica com um ar chique, de requinte.  Pode ser uma boa ideia para um jantar especial ou mesmo a ceia de Natal ou Ano Novo.
Se quiser acompanhá-la com uma bola de sorvete de creme, então, vai ficar dos deuses!

Classificação da Receita

  • (0 /5)
  • (0 Classificação)

Instruções

Usando uma faca bem afiada, e com muito cuidado, descasque as peras, porém, mantendo os talinhos.
Numa panela média combine o vinho, açúcar, cascas de laranja, a canela em pau, baunilha, pimentas e o cravo.  Se usar a fava, abra-a e coloque as “sementinhas”. Ferva por 5 minutos, junte as peras e deixe cozinhar em fogo baixo por 20 a 30 minutos, virando-as de vez em quando para cobri-las uniformemente com o vinho.
Retire do fogo e deixe as peras esfriarem no vinho.
Retire-as para uma travessa e volte o caldo de vinho ao fogo, cozinhando para reduzir e ficar mais denso.
Corte as peras ao meio, ou sirva-as inteiras, acompanhadas por sorvete e com folhinhas de hortelã e a calda de vinho.
Que dili!

Sobre o Chef

Diana Marília

Texto sobre quem escreve

Você também vai gostar de: