Pavê de goiabada

A saga do pavê de goiabada

Como diz “o velho deitado”: PERSEVERA E TRIUNFARÁS.  Só porque acredito nisso é que estou podendo postar esta receita.
Experimentei esta sobremesa, pela primeira vez, há mais de seis anos na casa da minha futura norinha.  Sua tia madrinha, Márcia, é quem a havia preparado e fiquei apaixonada pelo sabor, delicadeza e cremosidade.  AMO goiabada e, claro, imediatamente pedi a receita.  Era uma festinha e, papo vai, papo vem, não anotei na hora.  Grande erro!  Perdi a conta de quantas vezes pedi a receita, depois, e ela nunca chegava!!!
Finalmente, a querida Aline, filha da Márcia, acabou cedendo aos meus pedidos e conseguiu pegar a receita com a mãe dela (grande doceira!!), dois anos depois.
A preparei de imediato e, de lá pra cá, inúmeras vezes.

Um show de pavê

Hoje resolvi postá-la, neste novo blog, para atender ao pedido de uma querida leitora, a Marinete.
Mas, sério, gente, vocês não acreditam como fica delicioso este pavê de goiabada.  Para mim, uma das melhores sobremesas que comi ( e olha que sou formiga e comi milhões nesta questa vita), mesmo sendo bem simples.  A combinação fica perfeita e é uma moleza de preparar.  Recomendo, de coração.

 

Boa nova para os intolerantes

A boa notícia é que é possível prepará-la sem lactose, apenas trocando as bolachas, leite condensado, creme de leite e leite pelos respectivos produtos sem lactose.  Eles são um pouco  mais caros, mas certamente vale pagar o preço para usufruir do “luxo” de comer algo assim de bom mesmo sendo intolerante.  E fica perfeita!
Suponho que, usando bolachinhas glúten free também dê pra fazer sem glúten, mas isso ainda não testei.

As fotos

Só me desculpem pela qualidade das fotos.  São as originais da postagem de 2012, com máquina simples e sem noção nenhuma.  Mas, se eu for refazer cada receita para fotografar novamente antes de postá-la aqui… nem vivendo como Matusalém, com seus lendários 969 anos, é que conseguiria ficar em dia!!!

 

 

Classificação da Receita

  • (0 /5)
  • (0 Classificação)

Instruções

Coloque em uma panela o leite condensado, o leite, as gemas e maisena e cozinhe, mexendo constantemente com batedor de arame, até começar a ferver e ficar cremoso.  Junte metade do creme de leite, mexa e reserve.

Agora deve desmanchar a goiabada.  Para isso, corte-a em cubos e junte a água.  Pode fazê-lo em uma panelinha, mexendo sempre com colher de pau, ou no micro-ondas, em 4 minutos, parando na metade do tempo para dar uma boa mexida.   Também reserve.

Inicie a montagem do pavê colocando em uma travessa um pouco do creme (umas duas conchas).  Distribua uma camada de bolachas e cubra salpicando metade da goiabada derretida. Derrame mais creme por cima (metade do que sobrou), cubra com bolachas, de novo goiabada e a outra parte do creme.  Leve à geladeira enquanto prepara o creme para o acabamento.

Na batedeira bata, até ficarem firmes, as claras.  Adicione o açúcar e bata mais um pouco.  Desligue a batedeira e agregue a metade do creme de leite restante, mexendo delicadamente para incorporar bem.  Coloque este creme por cima do pavê, alisando com o dorso de uma colher, e leve à geladeira por, pelo menos, três horas, para ficar mais geladinho (óbvio, né? ) ;D

Cuuurtaaaa!

Valeu, Aline e Márcia!

Sobre o Chef

Diana Marília

Texto sobre quem escreve

Você também vai gostar de: