Costela suína ao molho barbecue

Conheci esta incrível receita de costela de porco com molho barbecue durante a prova de enogastronomia, quando tivemos que sugerir um prato para harmonizar com um par de bebidas: Espumante Dubois Freixenet e cerveja de trigo.

Enogastronomia

Antes de continuar, você sabe o que é  Enogastronomia?
Enogastronomia é a arte de combinar (ou harmonizar) vinho e comida, que pode ser feita por contraste ou similaridade.
Mas contraste ou similaridade de que, afinal?  De componentes, aromas textura e peso.
Ai, ai, ai, cada vez fica mais confuso, parece!
Entre os componentes, segundo Arthur Azevedo, Diretor da Associação Brasileira de Sommeliers, estão os elementos básicos, tanto do vinho quanto do alimento, e correspondem às sensações gustativas, como a acidez , amargor, doçura, teor de álcool, além dos aromas, textura e peso.  Deve-se exercitar muito o olfato, o paladar, a percepção dos sentidos, a informação sobre os componentes, mas sem perder de vista que trata-se de uma arte e, como tal, permite diversas interpretações.
Particularmente acho fascinante, mas me reconheço quase absolutamente leiga na matéria, até porque, quando bebo vinho, costumo ficar alegre, sentir a vida mais leve e volátil, assim, como minhas memórias  ficam no dia seguinte e aí já viu o que sobra da experiência e conhecimento…kkkk
Ah! Além de acompanhar o alimento, realçando seu sabor ao ser degustado durante a refeição, o vinho pode entrar na composição de molhos, ou como ingrediente para marinar carnes.

Harmonizando

Bem, mas voltando ao exercício em sala de aula, nós apostamos a combinação dessas bebidas propostas com nossa costela suína ao molho barbecue, e esta também acompanhada de chucrute da hora.  Ficou perfeito, tanto com uma quanto com a outra bebida.
Achei de tão delicioso sabor que fiquei maluca para fazê-la em casa, sabendo de antemão que minha turminha iria amá-la.  Dito e feito!

A receita de costela suína ao molho barbecue

A carne fica suculenta e o molho, muito saboroso.  É importante comprar uma costelinha não muito gorda.  Eu optei por comprar de marca, Sadia.  E ficou maravilhosa.  (Bem que a Sadia podia me patrocinar, né? rsrsrrs)

 

Classificação da Receita

  • (5 /5)
  • (1 Classificação)

Instruções

Preferencialmente na véspera, para que fique marinando por umas 12 horas, faça pequenos cortes na carne, mas sem separar por completo a costela.  Tempere com sal grosso e pimenta-do-reino.   Pincele com azeite de oliva e deixe marinar em assadeira que vá ao forno.  Quando fizemos em sala de aula, seguimos a receita à risca, mas na minha casa fiz sem deixar marinar.  A verdade é que em casa tive o trabalho de bater o sal e na aula ele foi se dissolvendo.  Fora isso, não vi muita diferença, sou franca em dizer...
Prepare o molho.  Coloque o açúcar em uma panelinha e deixe caramelizar.   Misture todos os outros ingredientes e desligue o fogo quando começar a dar a primeira fervura.
Para preparar a carne você deverá pincelar a carne com o molho e assá-la em forno preaquecido, baixo (150 - 160°C) por duas horas, pincelando-a de 15 em 15 minutos.
Acompanhe com batatas, purê ou chucrute.
Fica maravilhoso!!!

Sobre o Chef

Diana Marília

Texto sobre quem escreve

Você também vai gostar de: