Chucrute rápido

Do mais simples ao mais elaborado

Você já deve ter ouvido falar em chucrute e sabe que se trata de uma conserva.  O repolho é colocado para fermentar por pelo menos dois dias e, assim, seu sabor e valor nutricional se acentuam.  A forma mais simples de prepará-lo é com as folhas do repolho, água e sal.  Mas existem outras versões mais elaboradas, como este chucrute rápido, que incluem vinho branco, cravo da india, gengibre, cebola, alho, creme ácido (sour cream)…

Chucrute rápido

A ideia de lançar mão desta receita de chucrute rápido surgiu num dia que estava preparando carne de porco assada e me deu vontade de acompanhá-la com chucrute, um dos mais tradicionais pratos alemães.  Sabe quando dá água na boca só de imaginar uma comida?
Só que eu não me havia organizado preparando a conserva dias antes.  Por isso, quando encontrei no site mdemulher esta proposta, logo a adotei.  Fiz umas alterações, como sempre.  Primeiramente nas quantidades.  Usei metade de tudo, porque minha turminha agora é reduzida, e também substituí a farinha de trigo pelo amido de milho, para tornar a receita livre de glúten.
Ficou muito saboroso!

Poderoso probiótico

A verdade deve ser dita.  Este chucrute , por ser feito assim, rapidinho, não permite que “a mágica” da fermentação ocorra, como no chucrute tradicional e, por tanto, não estaremos consumindo as desejadas bactérias benéficas ao organismo.  Aquele chucrute feito com paciência, deixado para fermentar, é considerado um poderoso probiótico, porque faz um bem danado à nossa flora intestinal.
Pensando bem, logo vou ter que fazer a receita tradicional e postar ela aqui.  Tanto falo em alimentação saudável e vou me omitir num prato tão básico e tão louvado pelos nutricionistas?  Nada disso!
Vou comprar um baita repolhão, um frasco com tampa e vou fazer…ou não me chamo Diana Marilia Arenas!

Classificação da Receita

  • (0 /5)
  • (0 Classificação)

Instruções

Higienize o repolho e pique-o.
Em uma panela coloque 2 xícaras de água e cerca de 1 colher (chá) de sal e leve para ferver.  Junte o repolho e cozinhe-o por dois minutos.  Escorra e reserve.
Pique a cebola e o alho.
Aqueça o óleo em uma panelinha e doure a cebola e depois o alho.
Acrescente a pimenta, louro, cravos, açúcar e gengibre.
Misture o vinho com a maisena ou farinha de trigo e junte também o creme de leite dissolvido com o limão.  Derrame essa mistura e mexa vigorosamente, no fogo baixo, até engrossar ligeiramente.  Cubra com este molho o repolho aferventado e sirva em seguida.
Ahhh, que gostoso!

Sobre o Chef

Diana Marília

Texto sobre quem escreve

Você também vai gostar de: