Berinjela salteada

Saltear para realçar

Saltear alimentos é uma das técnicas que eu mais gosto na cozinha.  Especialmente saltear legumes.  Muito provavelmente você já salteia seus legumes em casa, mas talvez não tenha parado para refletir sobre os detalhes desse processo.
A técnica consiste em cozinhar em fogo alto, e com bem pouco óleo ou manteiga, gordura, enfim, e fazendo movimentos constantes para garantir uma homogeneidade.  Os legumes devem ficar macios por dentro e ligeiramente crocantes por fora.
As reações químicas que acontecem são as responsáveis por essa transformação.  Ocorre uma caramelização dos carboidratos presentes neles,  ficando um pouco adocicados.  As cores ficam vibrantes e o sabor realçado.
A casquinha que forma por fora, tênue, delicada, preserva a suculência do legume por dentro.

Utensílio

Uma boa frigideira, de fundo reto e lados baixos, retos ou curvos é o utensílio básico e essencial para saltear alimentos.  De preferência que tenha cabo longo, para você não se queimar.  E também antiaderente, claro.  Se ela não tiver um cabo longo, providencie uma boa luva de silicone ou pano, grosso e seco, para se proteger.

Segredos da técnica

O alimento deve ser mexido constantemente para que fique homogêneo.
Se você não tiver coragem ou o traquejo para dar aquela sacudidinha pra frente e pra trás para que os alimentos voem em direção a você, sugiro que pegue uma colher, toda sua humildade, e faça isso com segurança.
Por outro lado, cozinhar é uma arte, uma ciência e pode ser praticada.  Além do mais, pode ser muito divertido.  O que tem demais, por acaso, juntar um ou outro legume do chão ou deixar que seu pet faça um aperitivinho??
Use azeite ou óleo de coco, aqueça bem e coloque os legumes, salteando-os até que fiquem ligeiramente corados e “al dente”.  Sirva de imediato.  Se for esperar, todo seu cuidado para garantir a textura ideal terá sido trabalho perdido.  Tudo irá murchar.
Portanto, deixe a galera a postos na mesa e leve de imediato.
A maioria dos legumes cozinha rapidinho, em uns três minutos.  Vai demorar mais se você os cortou muito grandes ou se forem muito duros, como a couve-flor, por exemplo.
Mais detalhes?  Você pode ver no portal minervafoods, ok?  Achei bem bacana as explicações dadas por lá e que me inspiraram para escrever aqui.

Berinjela salteada

Este prato de berinjela salteada é um exemplo do resultado: saborosíssimo e fácil de fazer.  Você vai se surpreender, encantar e tenho certeza que vai incluir esta receita no seu rol cotidiano.  Fica muito boa!
Ah, sim, berinjela salteada é um excelente acompanhamento para carnes assadas.

Classificação da Receita

  • (0 /5)
  • (0 Classificação)

Instruções

Pique a cebola e o alho.  Corte a berinjela em cubos, desprezando as pontas.  Corte o pimentão em fatias.
Em uma frigideira antiaderente aqueça o azeite e doure a cebola.  Doure também o alho.  Junte a berinjela e o pimentão e salteie, mexendo, até que a berinjela fique ligeiramente macia.  Tempere com sal e pimenta e sirva quente.
Bom apetite!

Sobre o Chef

Diana Marília

Texto sobre quem escreve