Arroz integral colorido

Arroz integral

Já faz muito tempo que o arroz integral jogou para escanteio o polido aqui em casa.  Bem, quase isso, porque tem o núcleo de resistência que se agarra ao arroz branquinho, tradicional, com unhas e dentes (engraçado imaginar a cena.  Deve ser um baita grão!).
Mas eu, que prefiro me alimentar a somente comer, prefiro o integral., cujo valor nutricional é indiscutivelmente superior ao outro.
Não nego que o sabor do branco é maravilhoso.  Quando recém feitinho, com bastante alho e sal, dá pra comer uma panela inteira, assim, às colheradas.  Ahhhh… o núcleo de resistência aqui de casa estava certo!  Como é bommmm!

Dicas de preparo

Seja lá qual for o porquê da escolha, pelo sabor ou pela saúde, é preciso respeitar alguns cuidados no preparo deste grão para que ele fique saboroso.
O primeiro deles é que não se deve refogar o arroz integral.  Como ele tem a casquinha e, portanto, uma dureza maior, se você o refogar como faz com o arroz polido, ele vai ficar terrivelmente mais duro.
Outro cuidado a tomar é em relação à proporção de água e arroz.  Enquanto no polido a proporção padrão indica uma parte de arroz para duas de água, no integral essa proporção aumenta.  Dependendo de como você preferir a consistência do grão, use uma parte de arroz para três de água ou mesmo quatro ou até cinco!

Arroz integral com grão-de-bico, ervilha e milho

O arroz integral puro não é tãaaaaao saboroso assim.  Por isso, incrementar alguns detalhes é  muito interessante.  Esta, por exemplo, é mais uma receitinha fácil para variar o arroz nosso de cada dia.  Esta versão fica bem saborosa e colorida.  Anote aí a receita (nossa! Que frase mais antiga!  Quem ANOTA uma receita hoje em dia, hein?).
Me acompanhe na explicação! (melhorou, né?)

Classificação da Receita

  • (0 /5)
  • (0 Classificação)

Instruções

Se não tiver o grão-de-bico já cozido, cozinhe-o em panela de pressão por 15 minutos, depois de iniciar a pressão.  Obviamente isso se você deixou o grão de molho em água na véspera.  Caso contrário, demorará em torno de uma hora de cocção.
Escorra e reserve.
Pique o alho.
Coloque o óleo em uma panela de tamanho médio, junte o alho e refogue ligeiramente.  Adicione a água (sempre a água primeiro, quando o arroz é integral, não se esqueça!), o arroz, um pouquinho de sal e deixe cozinhar.  Quando estiver com a água quase secando, junte os demais ingredientes: grão-de-bico, milho e ervilha, e termine de cozinhar.
Sirva quente.  Mas frio também fica gostoso!

Sobre o Chef

Diana Marília

Texto sobre quem escreve

Você também vai gostar de: