Arroz ao champanhe

Um luxo!

Que o luxo nos detalhes provoca inigualáveis sensações é um fato.
Ou vai negar que só de ler este título já deu uma sensação boa imaginando saborear um prato assim… “trè chic”?
Este foi o acompanhamento que preparei para o medalhão de filé mignon que publiquei na minha coluna da revista DIVA, alguns meses atrás.  Fica tão gostoso!  Sutilmente adocicado pelas uvas-passa e amêndoas crocantes, além de ser um charme anunciar sua presença no cardápio!

Natal à vista

Falta menos de um mês para o Natal e é muito melhor se preparar com antecedência para festejar tão importante data sem muitos sobressaltos.  Planejar o cardápio com tempo suficiente para evitar correrias e tumultos em supermercados é uma das melhores coisas a se fazer.
Este arroz pode ser, sem dúvida alguma, o acompanhamento ideal para a carne que você for escolher.

Champanhe ou espumante?

Você não precisa necessariamente ser um expert em bebidas, mas é interessante saber, pelo menos,  qual é a diferença entre champanhe e espumante.
No site manual do homem moderno, você encontra algumas definições básicas.  Vamos a elas?
Espumante (ou sparkling wine) é um vinho branco (ou rosé), efervescente, com gás carbônico. É um vinho que passa por duas fermentações: na primeira, comum a todos vinhos, o açúcar do mosto das uvas é transformado em álcool; na segunda, fermentos colocados no líquido produzem o gás, as bolinhas.
Essa segunda fermentação pode acontecer na própria garrafa, o chamado método champenoise, usado no melhor e mais conhecido espumante do mundo, o Champagne. Ou também pode ocorrer em grandes cubas fechadas de aço inox, como se fossem autoclaves, o sistema chamado charmat, mais rápido.

Champagne, assim, é também um vinho branco ou rosé espumante, só que produzido na região de Champagne, no nordeste da França. Eles são produzidos obrigatoriamente à base apenas das uvas chardonnay, pinot noir e pinot meunier. Só pode ser chamado de Champagne o fermentado de uva que for produzido na região.  Compreendido?

Portanto, todo champagne é um espumante, mas nem todo espumante é um champagne, necessariamente.  E tenho dito! kkk

Mas agora vamos à receita antes que o Papai Noel chegue e nos pegue “de calça curta”. Kkk
Pensando bem, ao certo deveria chamar esta receita de “arroz ao espumante”, mas como fica a questão do marketing? ;D

Classificação da Receita

  • (0 /5)
  • (0 Classificação)

Instruções

Aqueça uma colher de manteiga com o óleo e salteie rapidamente o alho. Junte o arroz, mexa e adicione o caldo quente.  Quando estiver quase seco, junte o champanhe e as uvas-passa e deixe até secar.
Corrija o sal. Sirva e cubra com as amêndoas, que você terá tostado rapidamente com ½ colher de manteiga em uma frigideira (apenas para dar crocância e ressaltar seu sabor).
Aprecie o sabor e o glamour!
Pode servir empratado, usando um aro ou tigela para dar forma, ou em travessa.
=D

Sobre o Chef

Diana Marília

Texto sobre quem escreve

Você também vai gostar de: